Frase do dia: "Nunca encontrei uma pessoa tão ignorante que não pudesse ter aprendido algo com sua ignorância." – Galileu Galilei

Arquivo por Autor

Sexta-feira 13


Por que sext-feira 13 é o dia do azar? Você sabe por que você teme a sexta-feira 13? Pois agora saberá porque você tem tanto medo.

  • POR QUE O NÚMERO 13?

Você sempre teve esse receio deste número, mas nunca se perguntou o por quê, estou certo?

O número 13 é lembrado como má sorte, por inúmeras explicações que, ao meu ver, puras invenções, ou supertições banais.

Uma das explicações é o fato de o número 12 ser um número completo, por motivos de ter 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 signos do zodíaco (coincidência?) . Já o número 13 é irregular, sinal de infortúnio, um dos milhares motivos para o fim em 2012, mas deixaremos esse assunto para depois.

Existem histórias remontadas também pela mitologia nórdica. Na primeira delas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses. Há também quem acredite que convidar 13 pessoas para um jantar é uma desgraça, simplesmente porque os conjuntos de mesa são constituidos, regra geral, por 12 copos, 12 talheres e 12 pratos.

Segundo outra versão, a deusa do amor e da beleza era Friga(que deu origem a frigadag, sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, Friga foi transformada em bruxa. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o demônio, os 13 ficavam rogando pragas aos humanos. Da Escandinava a superstição espalhou-se pela

Recorde-se ainda que na Santa Ceia sentaram-se à mesa treze pessoas, sendo que duas delas, Jesus e Judas Iscariotes, morreram em seguida, por mortes trágicas, Jesus por crucificação e Judas provavelmente por suicídio.

Note-se também que, no Tarô, a carta de número 13 representa a Morte.

  • POR QUE SEXTA-FEIRA?

Ora essa, sexta-feira é o melhor dia da semana, pois fica implícito que o fim de semana vem aí, como pode significar algo como azar?

Os nomes dos dias da semana em português têm a sua origem na liturgia católica. Na maior parte das outras línguas, a sua origem são nomes de deuses pagãos e deuses mitológicosaos quais os dias eram dedicados.

A sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado, então é considerado um dia de azar.

No cristianismo é relatado um evento de má sorte em 13 de Outubro de 1307, sexta-feira, quando a Ordem dos Templários foi declarada ilegal pelo rei Filipe IV de França. Os seus membros foram presos simultaneamente em todo o país e alguns torturados e, mais tarde, executados por heresia.

  • ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE A SEXTA-FEIRA 13:

Apesar de muitos fatos terem acontecidos em uma sexta-feira 13, como o grande dilúvio ter acontecido em uma sexta-feira, o pior incêndio de florestas na história da Austrália ocorreu em uma sexta-feira 13 de 1939, onde aproximadamente 20 mil quilômetros de terra foram queimados e 71 pessoas morreram. Acredito que seria realmente casos de coincidência e aumentar um pouco mais da supertição, da ideia que todos querem implantar, apenas destacar isso por ter sido acontecido em uma sexta feita 13, por que não terça-feira 11, se o dia do atentado de 11 de setembro foi no dia 11 de setembro de 2001, em uma terça-feira?

parascavedecatriafobia ou frigatriscaidecafobia, são fobias para as pessoas que possuem temor pela sexta-feira 13… Dá para acreditar?

Porém, para a grande massa populacional, sexta-feira é “O DIA”, já que é alerta de fim da semana, alerta de que o trabalhador/estudante terá seu tempo de descanso, os happy hour’s, o seu tempo de lazer.

“Sexta-feira é o dia em que a virtude prevarica.” (Nelson Rodrigues)

Em homenagem ao meu amigo e blogger, __Vin’ ~Watanabe~, pelo aniversário dele (13 de maio), e também uma homenagem à sexta-feira 13, uma música animadora, divirtam-se! #Trollface

Cliquem em “CC” para por a legenda caso não saibam inglês, para apreciar essa letra maravilhosa de Rebecca Black (para clicar em CC é necessário estar no youtube).

“… Everybody’s lookin’ forward to the weekend…” \o/

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Sexta-feira

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sexta-Feira_13

http://mundoestranho.abril.com.br/materia/por-que-a-sextafeira-13-econsiderada-o-dia-do-azar


A história das coisas


Um vídeo bem interessante para pensar e abrir um pouco a mente das pessoas “cegas”.

Comentem o que acham sobre isso.

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkutsiga-nos no Twitter.


Arrepender-se do que fez ou do que não fez?


“Breve é a loucura, longo o arrependimento.” (Friedrich Schiller)

Na origem da palavra, arrependimento quer dizer mudança de atitude, ou seja, atitude contrária, ou oposta, àquela tomada anteriormente.

Quem um dia nunca quis voltar no tempo e refazer tudo? Quem aqui nunca se arrependeu de ter feito ou não ter feito algo?

Se arrepender de algo que não fez nos leva àquela dúvida: “Será que eu teria me dado bem SE eu tivesse feito aquilo?”, fazendo com que nós tenhamos a imensa vontade de querer voltar no tempo pra refazer a história.

Por que as pessoas deixam de fazer? Vários motivos; a falta de coragem, indecisão e o maior motivo é o medo de se arrepender de ter feito. Mas como saberemos se a decisão que tomamos é errada? Não seria melhor testar para saber? Pra mais tarde não sofrer com a dúvida impertinente do “e se tivesse”.

“O arrependimento sincero é geralmente resultado da oportunidade perdida.” (Emanuel Wertheimer)

O ser humano tem um grande dificuldade em simplesmente viver. Vive do passado e esquece do presente. Pensa e planeja o amanhã e nem se quer nota que o dia de hoje está passando. O ser humano simplesmente existe e não vive. Sonha e não realiza. Portanto pense no que está passando e veja que “tempo” é uma palavra muito preciosa no vocabulário da vida. E se tiver um grande sonho, permita que ele deixe de ser somente algo abstrato e se torne algo real. Pois sonhos são planos e algum dia, seja hoje ou amanhã, ele com certeza será real, pois afinal de contas até mesmo você já foi somente um sonho e hoje é mais que uma realidade. Então viva, sonhe e crie, e mesmo que você não acredite em si mesmo ou fracasse, lembre-se sempre que é melhor você se arrepender de algo que não fez do que algo que você fez.

“Quem se arrepende de ter errado é quase inocente. ” ( Sêneca )

Carpe Diem

Não importa quanto tempo nos resta, o importante é que quando chegar sua hora, você não se arrependa daquilo que não viveu. O psiquiatra e escritor Roberto Shinyashiki diz que boa parte das pessoas quando estão no leito de morte não se arrependem de não ter acumulado mais bens ou de ter se vingado de algum inimigo. Elas se arrependem de não ter vivido mais. De não ter amado mais. De não ter dado valor às pequenas coisas. Quem não se lembra da música Epitáfio do grupo Titãs?
Perguntaram ao líder espiritual Dalai Lama o que mais o surpreendia na humanidade, e ele respondeu:

“Os homens… Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer… E morrem como se nunca tivessem vivido.”

Por isso, seguindo a ideia do carpe diem,  eu recomendo que você VIVA! Que aproveite seus dias o máximo que puder, concentre-se naquilo que pode fazer hoje, construa seu futuro com muita energia e motivação, e que você possa acima de tudo despertar seu potencial máximo para viver uma vida completa, cheia de realizações, propósito e principalmente sem arrependimentos pelo que deixou de fazer.

Uma música de exemplo para o arrependimento de coisas que fez e de coisas que deixou de fazer.

“O covarde nunca tenta, o fracassado nunca termina e o vencedor nunca desiste.” (Norman Vincent Peale)

Fontes: http://pt.wikipedia.org

http://dodia.fashionblog.com.br

http://www.fernandooliveira.com.br/blog


Estar sempre certo


Este é um dos maiores apegos humanos, a necessidade de sempre estar certo. Escute conversas entre as pessoas, debates na televisão, em geral forma-se um diálogo onde cada um dos lados diz que está certo e acusa o outro de estar errado.

Em metafísica, no mundo das energias não existe certo ou errado. São todas opiniões. O caminho aparentemente errado para você é o caminho certo do outro.

Demorei bastante para perceber isso em minha vida e há em mim o processo de lidar cada vez melhor com isso. Há três aspectos: Eu posso estar errado, eu não preciso estar certo, eu não preciso competir para estar certo.

Toda vez que alguém me diz que estou errado não me incomodo com isso, primeiro porque pode ser verdade. Uma idéia existe para ser usada e não para que eu me apegue a ela. O fato de estar certo ou errado não me faz melhor ou pior, superior ou inferior. Receber a resposta que eu estou errado é uma das formas mais eficientes de desenvolver a minha idéia. Eu tenho que repensá-la.

Eu não preciso estar certo, estar certo não acrescenta nada ao meu Eu Superior porque este não compete. O segredo é deixar de transformar a idéia de estar certo ou errado numa competição com a idéia do outro e permitir que se transforme numa reflexão e até numa celebração. O fato de estar certo ou errado é apenas uma opinião, me apegar a uma opinião é me apegar a um profundo estado de ilusão.

É extremamente positivo permitir-se ao erro como também é extremamente positivo ouvir a idéia do outro de mente aberta. O erro do outro pode justamente ajudar a aprimorar minha idéia de acerto ou mesmo me levar ao acerto.

Estar sempre certo leva a sérios problemas de comunicação. Estar sempre certo é verdadeiramente nunca respeitar o ponto de vista do outro. Com estranhos isso criará antipatia contra a pessoa que está sempre certa. Com familiares e nas relações cria o conflito certo. Um estranho educadamente vai dar um jeito de sair da proximidade da pessoa que está sempre certa. Não dá para fazer isso com a esposa, filho ou irmão. A certeza na própria opinião acentua a certeza na opinião contraria do outro pelo outro.

Quem está sempre certo (na verdade acha que está sempre certo) se aborrece muito mais do que aquele que sabe que pode estar errado. O apego a idéia de estar certo faz que nos identifiquemos tão fortemente com a idéia que deixamos de nos identificar com nosso próprio eu interior. Quem está sempre certo atrai pessoas que acham que sempre estão certas e as certezas das pessoas atraídas serão sempre contrárias as certezas de quem atraiu. O conflito sempre é inevitável e entrar em conflito é se aborrecer.

Nenhuma pessoa quer que você diga como ela deve pensar e também não que que você não a reconheça como ser pensante ao dizer que ela está errada. Se você tem certeza que está certo use frases como: muito inteligente sua opinião; você trouxe elementos que eu nunca havia pensado; você está ajudando a que eu repense a respeito.

Uma coisa interessante de se notar é que quando todos em seu entorno acham que você está errado e você acha que está certo é provável que esteja errado mesmo. O erro maior residiu em defender sua idéia além do bom-senso. Quando uma idéia é muito boa ela cria raízes por si mesma. Quando uma idéia precisa de defesas enormes é porque ela tem falhas ou porque é tão boa que acaba por se tornar revolucionária e irá mudar a vida de todos, poucos aceitam e acreditam que precisam de mudanças.

Quando você tem certeza de algo milhões de pessoas têm a certeza oposta a sua. Isto cria energeticamente uma batalha. As pessoas que pensam similarmente com você ficam na sua trincheira e as pessoas que pensam ao contrário ficam na trincheira de lá. Dá para perceber que achar-se sempre certo é a forma que os países criam as guerras? Quando possuir a certeza de que está certo, pense também que a idéia oposta do outro também está certa e funciona tão bem quanto a sua no sistema dele, no Universo dele. Você está certo, mas sua vida tem detalhes e elementos que a minha não tem sendo que sua idéia serve perfeitamente a você e a minha serve perfeitamente a mim.

Não perca seu tempo tentando provar que está certo, quando para de tentar provar que está certo geralmente descobre a verdade, se está certo ou está errado. Não caia no erro de por achar-se certo desligar-se do mundo externo de seus sinais e sua bondade. O mundo é como ele é, estar certo é somente um ponto de vista.

Por Marcelo Marinho

“O orgulho é a fonte de todas as fraquezas, por que é a fonte de todos os vícios.” (Santo Agostinho)

“O orgulho devora a si mesmo.” (William Shakespeare)

Fonte:

http://blogs.abril.com.br/painelautoajuda/2009/09/sempre-estar-certo.html


Carpe Diem


“A felicidade reside em quem sabe desfrutar de cada momento da vida. Valorize seus desejos, cultive seus sonhos, busque seus objetivos. Quando acreditamos que merecemos, tudo é possível.” (CARPE DIEM)

“Viver é desenhar sem borracha.” (Millôr Fernandes)

Certamente já ouviu alguém falando sobre ou leu em algum lugar a seguinte frase: Carpe Diem. Mas você sabe o que realmente significa, ou onde surgiu o termo?

Carpe Diem é uma frase em latim de um poema de Horácio, e é popularmente traduzida para colha o dia ou aproveite o momento. É também utilizado como uma expressão para solicitar que se evite gastar o tempo com coisas inúteis ou como uma justificativa para o prazer imediato, sem medo do futuro.

Essa expressão é má utilizada por muitas pessoas como fundamento para explicar que se deve aproveitar o dia para aproveitar seja de qualquer maneira, isto é, aproveitar egoistamente, individualmente. O modo certo de utilizá-lo é como um ensinamento para aproveitar o dia para produzir algo frutífero para si, especialmente para os outros para que esses possam crescer.

Colha o dia como se fosse um fruto maduro que amanhã estará podre. A vida não pode ser economizada para amanhã. Acontece sempre no presente.

Carpe diem quam minimum credula postero (colha o dia, confia o mínimo no amanhã).

Outra linha de pensamento dos defensores do Carpe Diem é ser um pouco mais cauteloso ao interpretar o poema de Horácio, seguindo uma linha de pensamento próxima a isto: seja feliz hoje, aproveite sua vida agora, não espere que a felicidade apareça no futuro, mas tente aproveitar o que a vida tem de melhor agora, pois, talvez, quando mais velho verá que passou a vida toda poupando, sendo cauteloso e jogou boa parte dela fora.

A melhor forma de expressar o significado do aproveitamento do dia,  é através do velho ditado: você colhe o que você planta. Aproveitar então, seria plantar o melhor futuro possível e cuidar desta plantação. Quem escolhe viver uma vida inercial e aproveitar somente através do lazer, não está plantando nada para o próprio futuro. E você, o que você está plantando?

“A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.” (Charles Chaplin)

A vida passa rápido. Não desperdice o seu precioso tempo em bobagens ou em coisas que não te farão feliz. É um chamado a responsabilidade consigo mesmo e com o teu destino. Você é capitão do teu próprio destino.

“Apressa-te a viver bem e pensa que cada dia é, por si só, uma vida.” (Séneca)

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Carpe_diem

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkut e siga-nos no Twitter.


Viver o presente


Muito se fala em viver no ”agora”, nos dias que correm!
No entanto existem detalhes que muitas vezes não são abordados, fazendo com que permaneçam dúvidas acerca do assunto.

Todos sabemos que o passado já foi – faz parte de um tempo da nossa vida que vivemos, um tempo em que aprendemos com os nossos erros, e sobretudo que nos possibilitou o estágio onde nos encontramos.

Muitas pessoas insistem em lembrar do passado, insistem em agarrar a situações, que de alguma forma lhe provocaram algum sofrimento, criando a sensação que essas mesma situações continuam em seu coração!

É extremamente dificil essas pessoas serem a que chamamos ”pessoas felizes”, elas apenas são uma ”máquina do tempo”, que insistem em permanecer num tempo que já passou, num tempo que já não lhes pertence!

O que acontece quando isso sucede, é que o fato de uma pessoa estar constantemente ”agarrada” ao passado, transporta para o momento em que vive, transfere para o momento presente, todas as sensações, todas as emoções, rancores, medos e tristezas. Como o portal do tempo é aberto, ou seja, possibilita ao ser ”viajar” para qualquer ponto da sua evolução, quando uma pessoa transporta do seu passado para o momento em que vive todos esses sentimentos e sensações, as dimensões intemporais intercruzam-se, interagem, ”intervivem”.

A pessoa vai sentir na pele exatamente a mesma sensação, o mesmo sentimento aquando determinado acontecimento. Não se trata de um caminho correto para quem deseja alcançar a iluminação, o bem estar, ou mesmo VIVER A VIDA na sua plentitude! Pois, é como se entrasse num circulo vicioso, sempre vivendo o que mais o preocupa, sempre sentindo o que mais o perturba!

Cada dia, cada minuto, cada segundo faz parte da sua vida, faz falta á sua evolução neste plano. Se viver no presente, terá consciência disso. Além do mais, estará aberto a oportunidades que o Universo lhe envia, e a sinais que o seu guia ou protetor fazem questão que conheça.

É necessário sim, olhar para o passado, mas situados no presente, não deixando envolver-nos com emoções, tristezas, traumas que em tempos vivemos! Precisamos olhar como espectadores da nossa própria vida, olhar de fora, observar apenas! Desta forma conseguimos perceber o porquê desse determinado sentimento ou acontecimento, entendendo que contribuiu para o que somos hoje. Assim, todas as emoções menos positivas, todos os sentimentos nocivos, são desfeitos e apagados da nossa memória, contribuindo para o nosso bem estar e tomada de consciência da verdadeira essência da vida!

Por cada dia, por cada manhã ao acordar, lembremo-nos que se trata de mais uma oportunidade! Mais uma oportunidade para alcançar o nosso objetivo principal,estarmos em plena comunhão com a vida!

“Lamentar uma dor passada, no presente, / é criar outra dor e sofrer novamente.”

William Shakespeare

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkut e siga-nos no Twitter.


Amizade


20 de julho, nesse dia comemoramos uma data especial, o dia internacional do amigo. Amigos, sim, aqueles que estão sempre ao nosso lado em todos momentos de nossas vidas.

Infelizmente, tudo que é bom vem consigo algo ruim. Mas afinal, o que há de ruim na amizade? Simplesmente a frustração, a traição, falsidade.

Quando criamos um círculo de amizade, criamos uma máscaras para nós, para tentarmos mostrar uma imagem queremos dar a esse novo amigo, sendo assim, nossos amigos acabam criando uma máscara para eles, o grande problema da amizade, é quando essa máscara cai, e descobrimos quem realmente é esse novo amigo, e acabamos saindo frustrados de uma amizade que poderia ser uma bela amizade sendo sinceros desde o começo. O mesmo fato ocorre quando existe a confusão entre amigos de sexo opostos, quando um dos lados acabam tendo segundas intenções que acabam com as amizades que até aí, pareciam ser verdadeiras.

São muito abundantes às referências à traição presente na amizade. As traições e os falsos amigos existem, obviamente. Não é isso que está em causa. Mas temos que reconhecer igualmente que há muitas razões que podem acabar ou diminuir uma amizade, sem que nisso haja propriamente traição. Mudamos. As nossas ideias, os nossos gostos, os nossos interesses mudam. E isso pode também levar a que hajam amizades que se percam. Por outro lado, há também a incompatibilidade entre os nossos espaços familiares e a amizade. Quando os primeiros crescem, a amizade, ou certas amizades, podem ser profundamente atingidas. É, no fim de contas, o que diz Aristóteles a propósito da amizade e da multiplicação da mesma:

Aquele que é amigo de toda a gente, não é amigo de ninguém.

É uma fatalidade. Não podemos multiplicar as nossas amizades. Nem podemos multiplicar os nossos amores. O tempo de que dispomos é escasso para alimentar muitas amizades e amores. O que dedicamos a uns, falta aos outros, inviabiliza-os.

É frequente na vida adulta: o número de amigos e as amizades cresce quando o amor à escala da família falha ou está em crise. Ou vice-versa. Ou seja: não são os nossas fraquezas ou o nosso lado mau e obscuro a liquidar as nossas amizades. É a vida, é a família.

“Se um amigo deixa de o ser é porque nunca o foi verdadeiramente” Provérbio chinês

Um caso atual de traição: http://odia.terra.com.br/portal/rio/html/2010/7/goleiro_transfere_culpa_para_o_melhor_amigo_97038.html

Por outro lado, e sim, pelo melhor lado, o lado de não enxergar as coisas, o lado de coisas “boas”, a amizade é linda, e amigos precisamos cultivar, são essenciais para nossa vida.

Os amigos de verdade são aqueles que vêm compartilhar a nossa felicidade quando chamamos, e a nossa desgraça sem serem chamados. É preciso ser amigo muito mais do que ter amigos. A amizade implica sinceridade, autenticidade e a responsabilidade. A amizade é a simplicidade, integridade, espontaneidade e a fidelidade absoluta.

Bons amigos são difíceis de se achar, difíceis de se deixar e impossível de se esquecer. A amizade começa onde termina ou quando conclui o interesse. O vitorioso tem muitos amigos; o vencido, bons amigos. O melhor espelho é um velho amigo. Um amigo é uma pessoa com a qual se pode pensar em voz alta.

Há quem duvide, mas, pode existir amizade entre um homem e uma mulher, sim. Em alguns casos – é verdade – a carne é fraca e acaba rolando alguma coisa. Mas, tirando isso, sexos opostos podem dividir experiências e aproveitar as dicas um do outro para se dar bem em relacionamentos. Basta saber administrar. Quem não costuma gostar muito é a namorada, ou o namorado, que não suporta ver seu par colado em alguém do sexo oposto.

Nenhum inimigo é capaz de nos magoar ou frustar tampouco nos decepcionar, apenas os amigos são capazes de fazê-lo e o fazem muitas vezes, por isso são amigos porque nos desafiam a lhes tolerar as falhas, a lhes estimular melhorias, a lhes auxilias nas dificuldades e vice-versa nessa relação de mão dupla, nesse intercâmbio afetivo-mental. Porque a amizade é o elo mais poderoso do amor e dificilmente se rompe, e quando rompido tem forte tendência a ser religado, pois que a amizade sempre deixa a porta aberta para o perdão.

Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso. Charles Chaplin

Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade. Confúcio

Enfim, caro leitor, tenha um feliz dia da amizade!

Comentem! Obrigado

Fontes: www.terra.com.br, http://www.loveessaysbook.com/Amor-Amizade/Amizade-Traicao.htm

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkut e siga-nos no Twitter.


Dom X Dedicação


Ter Dom  é ter Talento, vocação ou dom é também o nome que se dá a habilidades artísticas. Assim, afirma-se que tal pessoa tem talento para a música, ou talento culinário, ou talento para lidar com crianças, por exemplo.
Atualmente, usa-se o termo talento para designar habilidades inatas das pessoas, ou capacidade natural para realizar determinadas atividades. Um outro significado do termo é a habilidade extraordinária que algumas pessoas têm para realizar suas atividades diárias, ao ponto de merecerem honra especial.
Estudiosos atuais afirmam que mesmo as habilidades consideradas inatas podem ser desenvolvidas caso haja motivação e com a aplicação de técnicas apropriadas. Assim, qualquer pessoa está, por exemplo, potencialmente apta a aprender música, desde que tenha vontade e use as técnicas apropriadas ao estudo de música.

Sungha Jung é um menino sul-coreano de 13 anos que vem fazendo o maior sucesso na internet, tocando no violão covers indefectíveis de vários sucessos da música popular, sem contar as suas próprias criações. Eu, por tocar um certo tempo violão e ter mais idade que este garoto, fico invejado com a pouca idade que possui e tocar muito melhor que eu, um virtuose. Eu diria que ele é um caso de talento natural, pois em sua página pessoal, ele diz que aprendeu assistindo seu pai tocar e que tira as músicas de ouvido. Além de compor, Sungha já é um violonista profissional e seu estilo de tocar dedilhado impressiona não apenas por sua idade, mas pela perfeita execução.

Para você que toca: depois de assistí-lo, pense bem antes de dizer “eu sei tocar violão”.

Para ver um pouco mais de Sungha Jung, visite o seu canal

http://www.youtube.com/user/jwcfree

Já a Dedicação é a capacidade de se entregar à realização de um objetivo. Não conheço ninguém que tenha progredido na carreira sem trabalhar pelo menos doze horas por dia nos primeiros anos. Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes.
O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Mas, para conseguir um resultado diferente da maioria, você tem de ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados. Não se compare à maioria, pois, infelizmente, ela não é modelo de sucesso.
Se você quiser atingir uma meta especial, terá de estudar no horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas.

Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão.
Terá de trabalhar, enquanto os outros tomam sol à beira da piscina.
A realização de um sonho depende da dedicação.
Há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica. Mas toda mágica é ilusão.
A ilusão não tira ninguém do lugar onde está. Ilusão é combustível de perdedores.

SE DEDIQUE, POIS MESMO AQUELE QUE NÃO NASCEU COM UM DOM EM POTENCIAL, COM A VERDADEIRA DEDICAÇÃO… SOBRESSAI COM TODA A CERTEZA!!!

“No que diz respeito ao empenho, ao compromisso, ao esforço, à dedicação, não existe meio termo. Ou você faz uma coisa bem feita ou não faz.” Ayrton Senna

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkut e siga-nos no Twitter.


O que é Felicidade? [Tópico grande]


Felicidade? É de comer? O que seria exatamente a felicidade?

O Enigma que desde sempre inquieta a humanidade.

Cada pessoa tem um conceito sobre o que é felicidade e como conquistá-la. A dificuldade está na maneira de como lidamos com as adversidades da vida.

Embora seja um tema tão antigo quanto a própria civilização, a busca da felicidade ainda constitui o problema maior de todos os seres humanos no século XXI.  Pesquisas mostram que a felicidade se encontra nas pequenas coisas da vida, muitas vezes perdidas na rotina do dia a dia. Vivemos tão enlouquecidos correndo atrás de “coisas”, que mal temos tempo para aproveitar aquilo que já temos. Muitos colocam o foco naquilo que ainda não tem e, por isso perdem a oportunidade de aproveitar coisas simples e maravilhosas como a própria vida.

Algumas pessoas só se sentem felizes por algum motivo externo, porém, momentâneo, quando estão apaixonadas por alguém, quando ganham algum prêmio, um elogio, uma promoção. As pessoas jamais serão felizes se ficarem esperando que os outros ajam da forma como elas querem ou que aconteça algo em especial.

Para muitos, a felicidade consiste em adquirir bens materiais, ter um trabalho bem-remunerado e ser reconhecido por seus talentos, possuir uma família harmoniosa e gozar de boa saúde. A pessoa acredita que, se conquistar tudo isso, é o suficiente para encontrar a felicidade.

Outro paradoxo são as pessoas que sempre querem ganhar muito dinheiro, acreditando que com isso alcançará a felicidade. No entanto, ser rico não quer dizer ser feliz.

Qual é o papel do dinheiro na vida das pessoas? No âmbito de qualquer sociedade, as pessoas ricas são vistas como mais felizes do que as pessoas pobres. Mas temos observado que ao longo desses últimos anos a renda de muitas pessoas tem crescido, mas a felicidade não tem acompanhado esse crescimento.

Algumas dicas para felicidade:

• Aprenda a viver aqui e agora.

• Valorize o aspecto positivo.

• Redescubra a sua própria inocência.

• Conceda-se pequenos prazeres.

• Deixe agir o seu instinto.

• Fotografe seus momentos felizes.

• Respire profundamente, faça exercícios e cuide da saúde

• Use a criatividade

•Deixe fluir a sua energia interior.

•Ouse

As crianças são sábias quando conceituam, com uma simplicidade invejável, o que é a felicidade. No universo delas, a felicidade está em pequenos gestos, em uma partida de futebol com os amigos ou em uma refeição cheia de comidas gostosas. É com esse mesmo sentimento pueril que Daniel Gilbert, professor de psicologia da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, que estuda a felicidade há mais de duas décadas, conceitua a sensação de bem-estar. Em suas pesquisas e livros sobre o tema, Gilbert mostra o que teimamos em não perceber no dia-a-dia: a felicidade não é uma sensação eterna ou um estado de êxtase, daqueles que se atingem nos momentos de extremo prazer. Estar feliz ou triste é um ir e vir. Apesar de difíceis, os processos de infelicidade também funcionam como um momento para amadurecer, pensar e repensar as atitudes, os projetos.

Não há respostas concretas mas há pistas do que leva até ela. O filósofo grego Aristóteles afirmava, há mais de 2 mil anos, que a felicidade se atinge pelo exercício da virtude e não da posse.

“Felicidade não é o que acontece na nossa vida, mas como nós elaboramos esses acontecimentos. A diferença entre o sábio e o ignorante é que o primeiro sabe aproveitar suas dificuldades para evoluir, enquanto o segundo se sente vítima de seus problemas”
Roberto Shinyashiki

O que é felicidade pra você? Comente!

Fonte: http://www.google.com.br

http://consultoriodepsicologia.blogs.sapo.pt/5092.html

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkut e siga-nos no Twitter.


O homem é um produto do meio?


Marionete

“É preciso estudar a sociedade pelos homens, e os homens pela sociedade: os que quiserem tratar separadamente da política e da moral nunca entenderão nada de nenhuma das duas”                                  Jean-Jacques Rousseau

Seria a idéia iluminista de Rouseau equivocada?

Através das concepções do filósofo,  o homem é naturalmente bom, sendo a sociabilização a culpada pela “degeneração” do mesmo. Em sua obra, “O Contrato Social”, é possível a constituição de um Estado Ideal, através do consenso entre os indivíduos da sociedade, e em conseqüência desse acordo, haveria a possibilidade de garantir plenamente os direitos de todos os cidadãos, afastando da corrupção, próximo da vontade e da decisão geral.

Particularmente falando, a sociedade é feita de homens, e se o homem nasce bom, como uma reunião de bons pode corromper? O meio corrompe o homem ou o homem que corrompe o meio? Pois, de certo modo, o homem é quem cria sua própria sociedade.

Ou o homem nasce vazio, e a partir de vivenciar com o meio em que vive,  vai gradativamente adquirindo seus valores, seus princípios, absorvendo tudo à sua volta. Porém, se termos consciência, podemos muito bem ser capazes de não nos deixarmos ser influenciados pelos outro. Tentar agir da forma “correta” nos exige, com certeza, um grande esforço.

Afinal, O homem nasce bom mas a sociedade o corrompe ou já nascemos com uma “maldade” natural? O homem influencia a sociedade? Ou é ela quem a nos influencia?

Comente o que você acha a respeito, dê suas teorias.

Obrigado.

Fonte: Wikipedia

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkut e siga-nos no Twitter.