Frase do dia: "Nunca encontrei uma pessoa tão ignorante que não pudesse ter aprendido algo com sua ignorância." – Galileu Galilei

Arquivo para abril, 2011

Vida


Às vezes achamos que somos felizes enquanto vivemos. Às vezes nossa vida não parece ser tão emocionante quanto a de outra pessoa. Achamos que nem sempre vivemos como queremos com medo do que outros possam pensar da forma que vivemos. Achamos que nem sempre morremos como queremos com medo do que outros possam pensar da forma que morremos.

O que é viver? Por que vivemos? Tem uma razão para isso tudo?

Sinto muito, mas em minha opinião não há razão para vida. Se houvesse, viveríamos todos da mesma maneira buscando os mesmos objetivos. Teríamos as mesmas necessidades, os mesmos sentimentos, as mesmas aspirações. Se a vida tem um objetivo, esse seria o simples ato de viver. Ser livre para fazer, pensar, agir da forma que queremos. Muitos buscam seu objetivo para viver, encontram religiões, pessoas, trabalhos, vícios para poderem justificar sua vinda ao mundo.

A vida não tem uma razão, um motivo, ela foi feita apenas para ser vivida, apreciada. Viver é ser feliz, ser triste, amar, crescer, chorar, comer, ter bons momentos, ter maus momentos, brincar, morrer, viver.

Se você acha que sua vida não é boa o suficiente, trabalhe para torná-la boa. Se ela não é justa, torne-a justa. E se pensa que é boa e justa o suficiente, não desperdice seu tempo, torne-a ainda melhor. A vida é como queremos, apenas não nos damos conta disso. Vivemos da forma que queremos, agimos da forma que queremos, tudo depende de nós para ser feito, nós fazemos nossa vida. Se não está satisfeito com a sua, não se preocupe, ainda há tempo de mudá-la. Até mesmo a pessoa que viveu descontente a maior parte de sua vida, tem a chance de mudá-la no último momento.

Pense, não pense;

Acredite, desacredite;

Crie, destrua;

Seja feliz, seja infeliz;

Pule, corra, pare;

Grite, silencie-se;

Mude, seja;

Viva.

 

“A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.” – Charles Chaplin

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkutsiga-nos no Twitter.

Anúncios

A história das coisas


Um vídeo bem interessante para pensar e abrir um pouco a mente das pessoas “cegas”.

Comentem o que acham sobre isso.

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkutsiga-nos no Twitter.