Frase do dia: "Nunca encontrei uma pessoa tão ignorante que não pudesse ter aprendido algo com sua ignorância." – Galileu Galilei

Não está aqui, mas nos destrói


Para você, qual o mal dos tempos modernos? Talvez seja a ganância, as pessoas estão a cada dia mais gananciosas, ou talvez seja superficialidade do ser, para todo lugar que olhamos vemos pessoas completamente superficiais tentando acreditar que são algo que não são, mas ao meu ver, o mal do século é a solidão.

A solidão se alastra cada vez mais em meio às pessoas, a falta de companheiros, colegas e pessoas em quem confiar faz com que a cada segundo que passe nos sentimos mais solitários e sem ninguém. Os mais simples e tímidos preferem ficar na deles pensando e refletindo sobre as coisas que acontecem a sua volta, enquanto as pessoas mais ousadas contratam “acompanhantes de balada” que são pagos para tapar o grande buraco no fundo dessas pessoas.

Acredito que essa solidão no ser humano, essa falta de alguém mesmo que seja para ter uma curta conversa, se deve ao fato de estarmos cada vez mais desconfiados das pessoas que nos rodeiam, e estarmos vivendo num tempo onde tudo se tornou descartável. Assim como muitas vezes bebemos água em copos descartáveis ou comemos em pratos descartáveis, acabamos aplicando esse conceito nas pessoas a nossa volta, nada mais é como teoricamente deveria ser. Chegamos ao ponto de termos amigos descartáveis, namoradas descartáveis, e até mesmo aquele juramento que as pessoas fazem na igreja “prometo te amar e respeitar até que a morte nos separe” tornou-se sem sentido quando observamos certos maridos e esposas descartáveis.

A solidão é o mal que vem destruindo os seres humanos dos tempos atuais, o trabalho e o stress do dia a dia vêm nos consumindo e afastando as pessoas importantes para nós, pois acabamos muitas vezes não tendo tempo nem para cuidar de nós mesmos. E o pior de tudo é que vivemos em um mundo onde estamos constantemente rodeados de pessoas, mas mesmo assim ainda nos sentimos sem ninguém, e acabamos não suportando até mesmo nossa própria presença.

“Solidão é quando o caração, se não está vazio, sobra lugar nele que não acaba mais.” – Antonio Maria

Gostou? Entre em nossa comunidade no Orkut e siga-nos no Twitter.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s